GESTÃO DAS UPAS MENK E CONCEIÇÃO, EM OSASCO,  SÃO TRANSFERIDAS OFICIALMENTE AO ISSRV

Em cerimônias ocorridas na segunda-feira, 19/3, nas UPAS Vila Menk, zona Norte da cidade, e Jardim Conceição, zona Sul, às 12h e respectivamente, o prefeito de Osasco, Rogério Lins (PODEMOS), oficializou a transição da gestão das unidades à Organização Social de Saúde (OSS) Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV), empresa que já está à frente do Hospital Municipal Antônio Giglio (HMAG) e da UPA Centro.

A parceria com o ISSRV irá conferir, ao serviço prestado nas UPAs, um considerável ganho em eficiência, característico do trabalho de gestão dentro do modelo OSS . Já neste primeiro momento, as duas unidades receberam adequações e pintura, reforço nas equipes e contam agora com dentista, pediatra, ortopedista e clínico geral.

No evento na Vila Menk, o secretário municipal de Saúde, José Carlos Vido, destacou a importância da transição das unidades para uma empresa da iniciativa privada, salientando que esta tem condições de imprimir maior agilidade e eficiência ao atendimento. “A transição transforma definitivamente estas unidades. No geral, as administrações municipais enfrentam, limitações e dificuldades legais, além de encontrar nas licitações um processo lento”, afirmou.

O secretário citou as reformas realizadas nas duas UPAS entre a sexta-feira, 16/3, e o dia da transição, mostrando reconhecer, neste trabalho, a agilidade que a parceria com o ISSRV permite. “Quem esteve na UPA do Jardim Conceição no começo da semana passada e voltar hoje, irá ver uma outra unidade de saúde, parece nova!”, reforçou.

Representando a diretoria do ISSRV, o consultor médico do Instituto, Dr. Ewandro Ruck, comentou que a obra iniciada na UPA Menck irá se estender por mais 15 dias, para atender melhorias no telhado e concluir acabamentos.

UNIDADES DE EXCELÊNCIA

Ruck salientou que as duas UPAs, uma na zona Norte e outra na zona Sul, serão transformadas, sob a gestão do Instituto, em unidades de excelência para a referência do Hospital Antônio Giglio. “As UPAs, além de equipamentos novos, contarão com ortopedista, socorrista, clínico geral pediatra e odontologista. Com isso, faremos com que as unidades passem a atuar como extensões do Hospital, ou seja, a ser referência para os casos de urgência e emergência, que acontecem em suas respectivas regiões", disse o médico, enfatizando que, além de desafogar o movimento na emergência do Antônio Giglio, esta medida irá permitir que os pacientes de casos graves, das duas extremidades da cidade, sejam atendidos mais rapidamente nas próprias UPAs. "E o paciente que precisar seguir para o Hospital, chegará lá já preparado e mais confortável. Isso é um grande ganho em termos de saúde e humanização", acentuou.

Segundo o consultor, ainda que o Ministério da Sáude não exiga pediatria nas Unidades de Pronto Atendimento, por decisão do prefeito Rogério Lins, a excelência também se estederá a esta especialidade, já que agora as famílias poderão recorrer primeiramente à UPA Conceição ou Menk, as quais terão pediatras 24 horas. "Com a Organização Social, não sofreremos com falta de médico. O médico tem que estar na unidade. Ele irá atender ao munícipe e teremos profissionais em número suficiente para prestar o atendimento necessário", concluiu.

O prefeito Rogério Lins, por sua vez, disse que a transição das UPAS para o ISSRV e a transformação das mesmas em extensões do HMAG , significavam, resumidamente, a amplição dos serviços, para a melhoria do atendimento. "E se o Ministério da Saúde não exige que tenhamos pediatria nas UPAs, o povo exige e é isso o que nos pauta", disse.

O prefeito observou que a integração das duas unidades à referência do Hospital, irá aliviar também o movimento intenso da UPA Centro. "Estive naquela unidade em uma visita surpresa e na pediatria, conversando com as famílias, percebi que das 40 presente, mais de 20 eram de bairros cobertos pelas UPAs Menck e Conceição", relatou.

Também estiveram presentes ao evento o presidente do ISSRV, Dr. Ricardo Emiliano Sanches, o consultor médico, Dr. Rubens Santos, os diretores do HMAG, Eduardo Melhado (Administrativo) e Dr. Roberto Fukuda (Técnico), os coordenadores médicos das UPAs Menk e Conceição, Drs. Anderson e Paulo, respectivamente, além do líder do governo na Câmara Municipal de Osasco, Ribamar, e os vereadores Alex da Academia, Batista Comunidade, De Paula e Toniolo dentre outras autoridades municipais.

 

Joomla Extensions